Não vá para Buenos Aires antes de ver essas dicas! - DiCa_Mattos

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Não vá para Buenos Aires antes de ver essas dicas!

Já faz algum tempo que viajei para Buenos Aires, mas vejo que a cidade continua (e pelo visto sempre será) um destino muito procurado pelos brasileiros durante as férias de Julho. Afinal, é uma opção internacional que não demanda muito tempo de viagem nem um orçamento elevado, e em troca te oferece uma vasta riqueza de cultura e gastronomia. 

Aproveite a desvalorização do peso argentino e conheça Buenos Aires gastando Pouco
 Uma das principais atrações gratuitas de Buenos Aires - a Casa Rosada

De uma forma beeem resumida e para economizar o tempo de quem passou por aqui, Buenos Aires é uma cidade grande, e como tal, possui todas aquelas características já conhecidas de uma metrópole. Alguns pontos da cidade são belíssimos (especialmente sua arquitetura) e outros são como qualquer outra cidade grande. Portanto, se você procura um pedacinho do paraíso, talvez Buenos Aires não seja o seu melhor destino.

Passagens

Por ser um destino muito procurado, atualmente as companhias fazem o trajeto para Buenos Aires de várias partes do Brasil, sem conexão, e os preços variam muito conforme época do ano. No meu caso, eu fiz a viagem Buenos Aires + Bariloche, e optei por passagem múltiplo destino, comprando 90 dias antes de embarcar com a Avianca, que foi a empresa com a qual consegui o menor valor.
Aliás, uma coisa que sempre faço em viagem internacional, é acompanhar pelo menos 100 dias antes os sites de comparação de preços, como Decolar.com e Viajanet , mas sempre fecho com a própria viação, porque prefiro manter contato com a companhia no caso de problemas com o voo.

Transfer e Meios de Transporte

Se locomover por Buenos Aires é super tranquilo e não tivemos problema algum. No próprio aeroporto há ônibus e vários táxis, mas nós optamos por fechar o transfer com uma agência, a mesma que fez nosso primeiro câmbio no país (porque não sabíamos se seria fácil encontrar casas de câmbio lá) e com quem fechamos o show de Tango. Fechamos com a Aguiar Buenos Aires no Brasil mesmo foi tudo ótimo. Todo o contato foi por whatsapp e todos da empresa foram super solícitos e atenciosos. 

Como nos hospedamos na Recoleta (na opção "Hospedagem" tem mais detalhes), praticamente fizemos tudo a pé, mas a cidade possui metrô ou táxi. E uma dica bem legal que aprendi para pegar táxi é  dizer que vai ao Lugar X, mas que o motorista pode te deixar "entre a rua tal e a rua tal", isso fará com que pareça que você estudou o mapa, diminuindo a possibilidade dele enrolar no trajeto. Eu fiz isso e funcionou! Na hora o motorista perguntou se eu já tinha visitado BsAs antes.

Para quem quiser fazer um tour completo pela cidade, mas não está a fim de se aventurar sozinho pelas ruas de Buenos Aires, pode optar pelo Buenos Aires Bus, que é um ônibus de 2 andares que passa pelos principais pontos da cidade, e é possível comprar o ticket pela internet, pelo próprio site da empresa. 

Qual moeda levar

Com a desvalorização da moeda local (hoje 1 peso equivale a R$0,14!), a Argentina definitivamente é um local que se vale a pena cogitar para uma viagem internacional. Mas, como nós não fazíamos ideia de quais moedas levar e sabíamos que o Real é aceito em vários lugares lá, optamos por levar tanto dólares quanto reais, e trocar um pouco dos dois por pesos. Em Buenos Aires não usamos muito os dólares porque conseguimos trocar com tranquilidade o real, mas em Bariloche, a diferença na cotação era bem grande, e compensou muito pagar vários passeios em dólar. Mas Bariloche a gente deixa pro post da semana que vem!

E quanto ao câmbio, no aeroporto há casa de câmbio, mas no centro e na Recoleta também tem algumas casas, então não há com o que se preocupar.


Peso, Real ou Dólar? O que compensa levar quando viajar para Buenos Aires, na Argentina.
Dólares, Pesos ou Real?

Hospedagem

Opções de Hospedagem definitivamente não faltam em Buenos Aires. Se você é do tipo que quer fazer uma viagem econômica, e prefere hoteis e hostels simples e próximos a metrôs, o centro, é uma boa opção. Uma sugestão é o El Conquistador Hotel (em média R$350/dia em apto duplo), que está localizado próximo ao Teatro Cólon e oferece café da manhã.

Como fui com meu namorado para comemorar o aniversário dele, optamos por uma viagem mais romântica e sem dúvida o bairro de la Recoleta foi a escolha perfeita. Apesar de ser um bairro nobre, existem opções bastante em conta, e a vantagem do bairro é que lá há várias atrações turísticas que podem ser aproveitadas a pé, e não é muito longe do centro - poucos minutos de caminhada, mesmo no inverno rigoroso. Aliás, só utilizamos táxi para ir ao show de Tango e sair à noite pro Pallermo e Puerto Madero.

Nós nos hospedamos no San Diego Apart, um flat simples e bem confortável e que possuía parceria com um restaurante na esquina para servir o café da manhã (incluso na nossa diária - em média R$200/dia em apto duplo).  

Vai viajar para Buenos Aires? Conheça dicas de hospedagem na Recota, bairro mais charmoso da capital Argentina
 Apart San Diego no bairro la Recoleta

Medialunas, té, café. Quais as melhores opções para comer em Buenos Aires?
Café da manhã bem simples no restaurante próximo ao apart hotel que ficamos

Para pesquisar os hoteis, sempre uso o Hoteis.com com o cupom VIAJA5, que dá 5% de desconto em várias hospedagens, ou então o Booking.com.

Inclusive, para quem optar por usar o Booking, acesse pelo menu ao lado. Você não paga nada por isso, e ainda ajuda o Blog a continuar trazendo cada vez mais informações para vocês! 

 Alimentação

Ótimo, bem servido e barato!! Foi inevitável ganhar uns kilinhos na viagem, porque nossaa, como os hermanos comem bem!! Eu que nem gosto de carne vermelha, me deliciei com os ojos de bife, chorizo, choripán, medialuna, churros, vino... 

E algumas coisas que vi logo no primeiro dia, se repetiram em todos os restaurantes que fui: 

- Todos os pratos para 1, serviam tranquilamente dois. 
- Lá não tem essa de pedir uma carne e já vir com acompanhamentos, tudo é pedido separado, mas também é tudo muito bem servido. 


Bife de Ancho, Chorizo e cubiertos. O que saber antes de escolher um restaurante na Argentina?
A carne do Bahia Madero, no Puero Madero, foi uma das melhores que já comi na vida!

- Muitos lugares chegam oferecendo pães, patês e petiscos, que são os famosos cubiertos, e não são cortesia.  Se não quiser ter uma surpresa na conta, pergunte antes o valor. 
- Aliás, lá também tem a famosa "propina", que são os famosos 10% do garçom. Lá não vem na conta, mas eles realmente esperam que você deixe, em dinheiro, junto com o pagamento (em um dos restaurantes o garçom me perguntou se podia tirar a propina do troco e eu disse que sim, mas achei que ele só tiraria 10%. Não, como eu não falei o quanto, só disse sim, ele pegou o troco todo!).  
- Refrigerante é caro! Vinho é barato!! Fui em um restaurante que uma latinha de 350ml de Fanta Laranja custava 60 pesos e a garrafa de Vinho Tinto, de 750ml, custava 80 pesos! Ou seja, tomei vinho TODOS OS DIAS da viagem e trouxe vários para casa! ♥
- Não se apeguem apenas ao Doce de Leite Havanna ou marcas que conhecem no Brasil. Experimentem os dulces de leche das feiras ao ar livre que são muito mais baratos e muitas vezes, mais gostosos! Ah! E tome o sorvete de casquinha de doce de leite do Mc Donald's!

 Passeios

Fiquei 5 dias em Buenos Aires e posso dizer que não consegui fazer tudo o que queria. Talvez se tivesse optado por gastar com transporte, teria economizado tempo e daria para visitar mais atrações, mas optamos por aproveitar a cidade a pé e conhecer cada canto da cidade (e economizar). 

Por ficarmos na Recoleta, já saímos em grande vantagem em relação a nossa localização. Na área nobre de Buenos Aires está localizado o mais famoso cemitério de Buenos Aires - e não torçam o nariz! Eu não achei graça quando li sobre ele, mas fiquei boqueaberta quando cheguei, e fiquei mais de 1 hora lá, de tão incrível que é. Logo em frente, todos os fins de semana acontece a maior feira de artesanato da cidade, e às vezes algumas feiras culturais (quando fomos estava acontecendo uma feira de gastronomia Francesa) ♥


Arquitetura incrível no Cementerio de la Recoleta

Na Recoleta também está o mundialmente famoso restaurante Hard Rock Café, e a Livraria El Ateneo, que encanta pela sua decoração e imensidão de livros. 


A beleza do El Ateneo impressiona

Caminhando mais ou menos 20min da Recoleta enquanto admirávamos a paisagem, chegamos ao Centro de Buenos Aires e nos deparamos com outras atrações turísticas locais, como o famoso Obelisco e o BA que sempre aparece nas fotos de turistas.


 A foto clichê que não poderia faltar


A arquitetura de Buenos Aires

Aos domingos acontece a Feira de San Telmo, que é maior e mais famosa festa ao ar livre da cidade e recebe cerca de 10000 pessoas a cada domingo! Recomendo fortemente que quem quer aproveitar o passeio, faça a visita guiada na Casa Rosada (foto do início do post) de manhã e depois siga pela feira, que começa logo ao lado, e aproveite para comprar souvenires, ver apresentações de tango na rua, comer o choripán (estilo cachorro quente de linguiça feita na churrasqueira com chimichurri e alface que é simplesmente delicioso!!), comprar doces de leite, alfajor e curtir o som dos músicos de rua. 


Churrasco com música ao vivo e sabor inesquecível!

Além das atrações gratuitas, Buenos Aires também é muito famosa por suas casas de Tango, com jantares chiquérrimos e show noturnos, e que apesar de caros, vale a pena para quem nunca foi a esse tipo de evento. É um espetáculo lindo e ainda tem aula de tango com certificado, para quem quiser!

Nós fechamos com a mesma empresa do transfer para conhecer o Madero Tango, com jantar all inclusive e aula de tango, e foi uma noite deliciosa. 


Foto da foto só para mostrar como somos elegantes!

Outro passeio que fizemos que também não foi barato mas, que na minha opinião foi uma das melhoras coisas que fiz em BsAs foi o The Argentine Experience. É uma experiência gastronômica com jantar, harmonização de vinhos, história, aulas culinárias, surpresas e muitas risadas!! Os jantares são organizados em grupos pequenos e podem ser em inglês, espanhol ou português. Para quem é apaixonada por gastronomia como eu, vale muito a pena!


Harmonização de Vinhos no The Argentine Experience

Várias degustações diferentes durante o jantar

Fizemos as nossas próprias empanadas, e acertamos os repulgues!! 

Depois até arriscamos a fazer alguns repulgues diferentes! 

Para mais informações e roteiros em Buenos Aires, veja o site Buenos Aires Turismo. Tem muita dica bacana lá! 

E continue nos acompanhando por aqui e pelo Instagram, porque semana que vem tem as dicas de Bariloche!!!


Um comentário:

Obrigada por compartilhar suas dúvidas, sugestões e críticas conosco!

Siga também nosso Insta @dica_Mattos